quarta-feira, 28 de março de 2012

A espécie humana e os políticos



A espécie humana e os políticos


Se fosse possível separar os humanos em duas espécies distintas, uma delas seria os políticos. A capacidade dessas pessoas em manipular a sociedade e de fazer uso do poder segundo seus próprios critérios e benefícios, só me leva a concluir que são uma outra estirpe de gente, talvez até geneticamente diferente do resto da humanidade. Pensando como Darwin, eles estariam no estágio mais primitivo da evolução humana; australopithecus da selvageria e da imoralidade pública; despudorados e surripiadores da dignidade alheia. Astutos pela própria natureza. Forjando suas falsas verdades, enganando e mentindo assumem pela força da manipulação o direito de dirigir os nossos destinos. Lobos vorazes a zelar pelos cordeiros, como se fossem seus próprios pastores. Lídimos atores de uma comédia trágica, dissimulando suas escancaradas hipocrisias sob a falsa máscara de um sorriso pré-fabricado. Sepulcros caiados, alvejados com cosméticos da moralidade. Fariseus draconianamente maquiavélicos. Verdadeiros pinóquios sob o disfarce de fadas madrinhas. Vós, políticos, não sois da espécie humana, mas hidras mutantes ou sanguessugas da involução desumana. Desprezo-vos como desprezo a dor.

É isso!

---
Por:
Iba Mendes (2011)

Um comentário:

  1. É tão interessante quando expressamos os sentimentos,parece até que nossas bolas de Cristal estava focado nos nossos pensamentos..

    ResponderExcluir