segunda-feira, 8 de julho de 2019

A Cobra Grande ou Serpentário (Lenda), de Barbosa Rodrigues



A Cobra Grande ou Serpentário

Havia antigamente, contam, uma moça que o demônio emprenhara e que depois deu à luz o dragão. Foi crescendo então aquele dragão sem nunca deixar a mãe. Para onde a mãe ia, ele ia. Queriam tirá-lo da mãe e não o podiam.

Por isso, mandou que ele subisse a uma sorveira e então fugiu dele. Contam que chorou e pediu à avó.

— Minha avó, me dá minha mãe...

A avó respondeu:

— Eu não sei onde ela está. Contam que depois dissera:

— Eu já vou, minha avó. Não queres me dar minha mãe, ouve então quando eu gritar e me responde.

Voou logo para o céu.

Já quando ia alta a noite ele gritou e a velha estando a dormir não ouviu. Quando pela terceira vez estava para extinguir-se a voz, a velha acordou.

É por isso que a gente não perde a pele e só isso acontece com aquilo que respondeu, como lagartos, cobras e árvores.

Hoje ele aparece no céu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sugestão, críticas e outras coisas...