terça-feira, 26 de novembro de 2013

A exceção

A exceção

Queria abraçar o mundo e, como Alexandre, conquistar os povos.
Queria ser príncipe, imperador, rei...
Queria ter súditos e escravos.
Queria navegar os mares e cavalgar sobre os despojos dos inimigos.
Queria um harém como o de Salomão ou de um sultão árabe.
Queria a Babilônia, a Macedônia, a América...
Queria ser assunto dos jornais e das capas de revistas.
Queria ser motivo de conversa entre nobres e ébrios de botequins.
Queria ser o conde Ferdinando, o Barão do Rio Branco, Napoleão, São Jerônimo...
Queria, enfim, ser todos, exceto, é claro, um louco no manicômio.


---
Por: Iba Mendes (novembro, 2013)

Nenhum comentário:

Postar um comentário