segunda-feira, 6 de agosto de 2018

Maria Archer – Aspectos Biográficos


Maria Archer – Aspectos Biográficos

Contista, romancista, teatróloga, cronista, ensaísta, historiadora e socióloga, dana Maria Emília Archer Eyrolles Baltasar Moreira, ou simplesmente Maria Archer, nasceu em Lisboa, a 4 de janeiro de 1905. Aos cinco anos de idade foi com seus pais para Moçambique, onde permaneceu durante oito anos, transferindo-se depois para Guiné e, em seguida, para Niassa. Essa longa estada na África forneceu-lhe temas e motivos para inúmeras páginas nas quais, com fina arte, soube fixar aspectos dos mais curiosos e palpitantes da vida nas colônias portuguesas. Colaborando desde muito jovem nos jornais africanos, ou portugueses, Maria Archer surgiu em livro no ano de 1935 com a novela "Três Mulheres", publicada em Luanda. Nesse mesmo ano aparece em Lisboa "África Selvagem" te "Sertanejos". A partir de então Maria Archer não mais cessou de produzir. Sua bagagem é enorme, e dela constam romances, novelas, contos, ensaios, teatro, traduções, livros infantis, etc. A contista, particularmente, tem-se firmado com uma série de histórias que a colocam em posição excepcional no quadro da moderna literatura portuguesa. "Ida e Volta numa Caixa de Cigarros", "Há de Haver uma Lei", "Filosofia duma Mulher Moderna", "A Primeira Vítima do Diabo", "Eu e Elas", são livros que abrigam páginas admiráveis, contos dos melhores que a literatura portuguesa pode apresentar. A nós, brasileiros, é muito grato saber que dona Maria Archer escolheu o nosso país para residência. Fixando-se em São Paulo, de há uns dois anos para cá, ainda recentemente — além dê uma constante colaboração na nossa imprensa — deu-nos um livro excelente, apaixonante, em que narra numa linguagem clara e saborosa, a origem e desenvolvimento das terras onde se fala o português.


---
Fonte:
Maravilhas do Conto Português. Seleção e notas: Edgard Cavalheiro. Editora Culturix, 3ª Edição. São Paulo, 1959, págs. 221-222.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sugestão, críticas e outras coisas...