terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

A pedra (Conto), de Leon Tolstoi


A pedra

Um pobre foi pedir esmola a casa de um rico. Este não lhe deu nada.

— Saia daqui — disse-lhe o rico.

Mas o pobre não se retirou.

Então o rico aborreceu-se e, pegando numa pedra, atirou-lhe com ela.

O pobre pegou na pedra, apertou-a de encontro ao peito, e disse:

— Hei de guardá-la até que, por minha vez, lha atire, também.

Passou tempo.

O rico praticou uma má ação, de que a sociedade lhe pediu contas. E, despojado de quanto tinha, foi encerrado numa prisão.

Vendo-o tão arrastado, o pobre chegou-se a ele, tirou a pedra de junto do peito, e fez o gesto de lha arremessar, mas, refletindo, deixou-a cair no chão, e disse:

— Foi inútil ter guardado durante tanto tempo esta pedra. Quando ele era rico e poderoso eu temia-o; agora, compadeço-me dele.


---
Almanach do Amparo (1909)
Pesquisa, transcrição e adaptação ortográfica: Iba Mendes (2019)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sugestão, críticas e outras coisas...