domingo, 15 de dezembro de 2019

O Sapateiro Silva (Resenha)



O Sapateiro Silva

Joaquim José da Silva, conhecido por “sapateiro Silva” não é um poeta satírico; também não é um poeta cômico, ou o que hoje chamamos um humorista. Era um improvisador em estilo agreste, mas não possuindo a profunda vivacidade, nem a doce melancolia do povo.

Silva tinha do povo somente o lado da farsa, do burlesco; alguma coisa do que só pôde chamar o canalhismo em poesia.

É a pilhéria grossa, pesada das baixas classes, mas também de longe em longe alguma coisa do viço das produções populares. Silva era um glosador de motes, um jogral, um improvisador de banquetes, que divertia os figurões de seu tempo. O seu estilo era este:

Se vós tendes um baiju
Com seus babados de chita,
Eu tenho agora a marmita,
Semi-rubra de urucu.
Se tendes de gorgutu
Um macaquinho amarelo,
Eu nas casas do castelo,
Como é público e notório,
Por baixo do consistório
Tenho um galante chinelo.

Se vós tendes de cambraia
Camisa fina e bordada,
Eu tenho minha rendada
Que veio da Marambaia:
Se de cetim tendes saia,
Eu só tenho os cações meus;
Se com estes trastes teus
De mim todas te desunes,
Eu tenho os panos de Tunes,
Com que vou a São Mateus.

Se tendes sapato justo,
E pões as mãos nas ilhargas,
Eu tenho as botas mui largas,
Com que passeio sem custo.
Se tendes de raios susto
Eu caço da vela a escota;
Se tendes no frasco a gota
Como mostra das crioulas,
Eu por baixo das ceroulas
Tenho a minha fralda rota.

Se tendes novo capote
Mais chibante do que o velho,
Eu tenho um torto chavelho,
Que me faz vezes de pote.
Se a cavalo andais de trote,
Eu do chão não me levanto,
Não me assusto, nem me espanto,
Serei sempre pé-de-boi,
Ora aí está como foi,
Ninguém me bote quebranto.

Desta poesia semipopular, temos inúmeras amostras no Brasil. É sempre um poucochinho melhor em toda a sua rudeza do que as imitações servis que aí se fazem sem critério!

---
SÍLVIO ROMERO
“História da Literatura Brasileira” (1902)
Pesquisa e adaptação ortográfica: Iba Mendes (2019)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sugestão, críticas e outras coisas...