sábado, 17 de março de 2012

O louco da minha rua


O louco da minha rua

O louco da minha rua
Anda,
Mexe os braços,
Avança
Em direção ao nada.

Em seguida,

Volta,
Mexe os braços,
Recua
E segue a caminhada.

O louco da minha rua

Grita,
Mexe os braços,
Vai e volta,
Sem olhar para os lados.

Em seguida,

Fala,
Mexe os braços,
Para,
E não diz mais nada...

---
Por:
Iba Mendes (março de 2012)

Nenhum comentário:

Postar um comentário