sexta-feira, 14 de março de 2014

Ei, você ai!

Ei, você ai!

Se vires o Machado, diga-lhe que o Brás Cubas vive e que passa muito bem.
Topando com o Alencar, previna-o que Iracema agora mora na cidade e que até desfila no Carnaval.
Queira informar ao Graciliano que o nosso Fabiano continua de mudança pelo Nordeste e que ainda passa muita fome por lá.
Encontrando o Barreto, avise-lhe que o Policarpo já não se ufana mais, e que até aprendeu a falar fluentemente o inglês.
Não se esqueça de notificar ao Mário que Macunaíma, embora continue sem nenhum caráter, foi o candidato mais votado na última eleição.
Achando-se com o Gonzagão, mantenha em sigilo as novidades do baião do Brasil, especialmente o tal “forró universitário”.
Atente-se para alertar ao Prestes que o sindicalista barbudo esteve no poder e que agora é um milionário da extrema Direita.
Avistando o Mané Garrincha, não é aconselhável expor-lhe a realidade do nosso futebol. Diga-lhe apenas que em matéria de título, continuamos os melhores do mundo, e pronto!
Estando frente a frente com o sanitarista Oswaldo Cruz, é conveniente manter segredo sobre a situação da saúde no Brasil. Caluda!
Se o Rui Barbosa apresentar-se subitamente à sua presença, é bom não dar nos dentes acerca da real situação da nossa justiça, nem é conveniente tecer comentários sobre os nossos juristas.
E, por fim, recomenda-se não expor aos educadores a precariedade do nosso ensino. Não caia na besteira de falar-lhes dos salários dos nossos professores, nem use expressões tais como: “progressão continuada”, “desempenho escolar”, “metodologia construtivista”, entre outras próprias do nossos jargão.
Ah! Manda aí aquele caloroso abraço para Carmem Miranda, Orlando Silva, Noite Ilustrada, Vinícius de Morais, Tom Jobim, Tonico e Tinoco e os demais. Peço encarecidamente que evite falar-lhes de funk, sertanejo universitário, pagode romântico e das “outras paradas de sucessos atuais”. 
A todo pessoal, adeus!


---
Por: Iba Mendes (Março, 2014)

Um comentário: