sexta-feira, 21 de dezembro de 2018

"No Banco" (Humor de Outrora)


NO BANCO

Uma velha senhora entrou numa agência da Caixa Econômica e apresentou ao empregado uma  nota de 50 mil réis.

— A senhora quer depositar este dinheiro?

 Sim, senhor.

O empregado entregou então a mulher um formulário e uma caneta.

— Faça o favor de assinar nesta linha... aqui... acima do valor...

— Aqui, não é?

— Sim, senhora!

— O meu nome todo?

 Sim, o seu nome completo.

— Meu nome de solteira... ou...

 Não, o seu nome atual...

— Então quer dizer que o sobrenome de meu marido — que Deus o tenha! — devo também pôr aqui?...

— Sim... mas também o sobrenome da senhora... fui claro?...

— Todos os meus sobrenomes?

— Sim, todos!

— Em que ordem?

— Na ordem de costume...

— Obrigada... compreendo... mas...

— Mas o quê, minha senhora?

— É que... é que eu não sei escrever...


Jornal “O Estado”, 1936.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sugestão, críticas e outras coisas...