sexta-feira, 21 de dezembro de 2018

"O Prefeito" (Humor de Outrora)


O PREFEITO

Quando o coronel Libório da Soledade assumiu a alta investidura de prefeito municipal de Arapiraca, depois de ter lido um entusiasmado improviso, no qual agradecia pela milésima vez a confiança de seus correligionários, apressou-se em ficar a sós com o secretário da Prefeitura, para, imediatamente, iniciar a sua administração, que prometia ser fecunda.

Assim, ansioso para pôr em prática suas medidas, dirigiu-se ao seu subordinado e disse:

— Seu Tancredo, pegue da caneta e escreva um Aviso, que arreputo inadiáver...

— Pronto, seu Libório, é só falar!

— Então lá vai! Faça bem legílver, entendeu!?

E ditou, solene, convencido, autoritário:

“NESTE CEMITÉRIO SÓ SE ENTERRARÃO OS MORTOS QUE VIVEREM NO MUNICÍPIO”...


Jornal “O Estado”, 1936.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sugestão, críticas e outras coisas...