quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

O rato no celeiro (Conto), de Leon Tolstoi


O rato no celeiro

Vivia um rato no desvão, por debaixo de um celeiro.

No chão do local havia um pequeno buraco por onde o trigo caía.

O rato passava ali magnificamente; mas, tendo assomos de vaidade, roeu as paredes do buraquinho, alargando este até passar à vontade por ele; e então foi convidar os companheiros para virem banquetear-se todos.

— Venham, venham comigo divertir-se — disse-lhes o vaidoso ratinho. — Lá terão o que comer em abundância.

Depois que se fartaram, quis retirar-se com os demais ratos. Porém já era tarde: o guarda tinha visto o buraco e tapara-o sem demora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sugestão, críticas e outras coisas...