quarta-feira, 19 de abril de 2017

Miragem, de Christina Georgina Rossetti

Miragem 
De: Christina Georgina Rossetti
Tradução: Abgar Renault
Era um sonho a esperança que eu sonhava, 
um sonho apenas; e eu desperto agora, 
num desconsolo atroz, cansada e velha, 
por amor de um sonho. 

Pendurei minha lira sobre uma árvore, 
um salgueiro-chorão dentro de um lago; 
pendurei-a sem voz, despedaçada, 
por amor de um sonho. 

Sossega, coração quase em pedaços; 
meu coração sem voz, sossega e parte-te: 
a vida, e o mundo, e eu mesma somos outros, 
por amor de um sonho. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário