sexta-feira, 15 de junho de 2018

“A Morte de Cristo”, de Onofrio Minzoni (Poema traduzido)


Autor: Onofrio Minzoni
Tradutor:  Pinto de Moura
Ano: 1913
Transcrição e atualização: Iba Mendes (2018)


---

A Morte de Cristo
  
No dia em que Jesus, com o último gemido
A terra fez tremer desde a campina ao monte,
Da sepultura Adão, surgindo espavorido,
De pé se colocou, erguendo altiva a fronte.

Cheio de maravilha, extático, aturdido,
Lançando o turvo olhar na curva do horizonte,
— Quem era, perguntou, aquele que pendido
Da cruz e ensanguentado, estava ali defronte?

Logo que tudo soube, o pálido semblante,
As desgrenhadas cãs, vexado num transporte,
Com fúria maltratou naquele mesmo instante,

E em lágrimas volveu à tímida consorte,
Num brado que se ouviu na serra mais distante:
"Eva! por ti causei a meu Senhor a morte".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sugestão, críticas e outras coisas...